Receptores podem diminuir com o uso de uma nova tecnologia – 12/08/2014

Receptores podem diminuIr com o uso de uma nova tecnologia

Um novo padrão de DLNA, denominado CVP-2, foi criado para este propósito e já começará a ser usado comercialmente nos Estados Unidos já no final deste ano.

O que o padrão CVP-2 faz é permitir que a operadora de tv por assinatura controle quais aparelhos estão acessando ao seu conteúdo, da mesma maneira que podem controlar o acesso de seus receptores originais aos pacotes de canais pagos ofertados pela operadora.

A operadora irá instalar um receptor central na casa do cliente, a partir do qual os aparelhos que o cliente possuir e que possam acessar o conteúdo através do padrão DLNA poderão se conectar a este receptor e receber a programação ofertada pela operadora de tv, seja ao vivo ou on demand.

Televisores, computadores, tablets, smartphnes e diversos outros aparelhos eletrônicos, até mesmo alguns refrigeradores, são capazes de se conectar ao DLNA.

A indústria de eletrônicos informa que há aproximadamente 2,93 bilhões de aparelhos com capacidade de se conectar ao DLNA no mundo, e a previsão é de que haverão 7,32 bilhões em 2018, grande parte deles compatíveis com o padrão CVP-2.

As operadoras de tv poderão oferecer aplicativos para o nosso sistema que poderão ser instalados em televisores e outros aparelhos compatíveis com o DLNA.

Se a proposta for bem aceita pelos assinantes e se tornar padrão, um novo conceito de tv por assinatura surgirá e a necessidade de instalação de receptores de tv por assinatura vai reduzir drasticamente.

Fonte:

 

CLUBE AZBRASIL

Comentários